segunda-feira, 1 de abril de 2013

"Com o Batismo e a Comunhão podemos ser instrumentos de misericórdia" - Papa Francisco no Regina Coeli

No Regina Coeli desta manhã de Segunda-Feira de Páscoa o Papa Francisco dirigiu-se à multidão presente na Praça agradecendo a presença numerosa de peregrinos e desejando que a força de Cristo Ressuscitado possa atingir cada pessoa, especialmente aquelas mais necessitadas de confiança e esperança. Pois, Cristo venceu o mal em modo pleno e definitivo, e assim, nós devemos expressar na nossa vida os sacramentos que recebemos na fé:

Sim, o Batismo que nos faz filhos de Deus, a Eucaristia que nos une a Cristo, devem tornar-se vida, ou seja, traduzir-se em atitudes, comportamentos, gestos, escolhas. A graça contida nos sacramentos pascais é um enorme potencial para de renovação para a existência pessoal, para a vida das famílias, para as relações sociais. Mas tudo passa através do coração humano: se eu me deixar alcançar pela graça de Cristo ressuscitado, se lhe permitir de mudar-me naquele meu aspecto que não é bom, que pode fazer mal a mim e aos outros, eu permito vitória de Cristo de se reafirmar na minha vida, de alargar a sua acção benéfica. Este é o poder da graça! Sem a graça, nada podemos fazer. E com a graça do Baptismo e da Comunhão eucarística posso tornar-me em instrumento da misericórdia de Deus.
E desta forma, o Papa Francisco propôs a oração que ali reunia tantos fieis:

Rezemos juntos, em nome do Senhor morto e ressuscitado, e por intercessão de Maria Santíssima, para que o mistério pascal possa operar profundamente em nós e neste nosso tempo, para que o ódio ceda o lugar ao amor, a mentira à verdade, a vingança ao perdão, a tristeza à alegria.

E no final o Papa Francisco tinha uma palavra especial para todos os presentes anunciando-lhes que Cristo Ressuscitou e desejando-lhes uma Boa Páscoa. (R.S.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário