terça-feira, 12 de março de 2013

Segundo Conclave do século XXI

A Igreja Católica vive a partir de hoje o segundo Conclave do século XXI, no qual 115 cardeais vão eleger o sucessor de Bento XVI, que renunciou ao pontificado, obrigatoriamente por uma maioria de dois terços.
O processo começou ao início da manhã com a instalação dos eleitores na Casa de Santa Marta, dentro no Vaticano, em quartos sorteados, e prosseguiu às 10h00 locais (menos uma em Lisboa), com a missa votiva pela eleição do Papa, na Basílica de São Pedro.

“Pedro, fundamento visível da unidade” da Igreja e “o serviço da caridade” como “dimensão constitutiva da missão da Igreja”, a começar pela Igreja de Roma e pelo Papa, Pastor universal – foram aspetos sublinhados pelo Cardeal Angelo Sodano na Missa concelebrada esta manhã, na basílica de São Pedro, com todos os Cardeais.

O cardeal Sodano comentou uma a uma as leituras desta celebração, começando pela do profeta Isaías, em que Deus anuncia um Messias cheio de misericórdia, enviado a “levar a boa nova aos humildes, curar os corações aflitos, anunciar aos cativos a redenção, aos prisioneiros a liberdade”

“Esta missão de misericórdia foi confiada por Cristo aos Pastores da sua Igreja. É uma missão que empenha todo e qualquer sacerdote e bispo, mas empenha ainda mais o Bispo de Roma, Pastor da Igreja universal. De fato, Jesus disse a Pedro: "Simão, filho de João, amas-me mais do que estes?... Apascenta os meus cordeiros" (Jo 21,15).”

O cardeal Sodano recordou a propósito o conhecido comentário que S. Agostinho faz destas palavras de Jesus: "seja, portanto, missão do amor apascentar o rebanho do Senhor".

A segunda Leitura da Missa era a passagem da Carta aos Filipenses em que São Paulo apresenta o mistério de Cristo e da Igreja, lançando um forte apelo à unidade.

"Exorto-vos, pois – prisioneiro que sou pela causa do Senhor – que leveis uma vida digna da vocação à qual fostes chamados, com toda a humildade, mansidão, e paciência. Suportai-vos caridosamente uns aos outros. Esforçai-vos por conservar a unidade do Espírito no vínculo da paz (Ef 4,1-3)".

E isso “a fim de edificar o corpo de Cristo”.

“É justamente para a unidade do seu Corpo Místico que Cristo em seguida enviou o seu Espírito Santo e, ao mesmo tempo, estabeleceu os seus Apóstolos, entre os quais Pedro tem a primazia como o fundamento visível da unidade da Igreja.”

Finalmente, a leitura do Evangelho segundo São João, que sublinha que “a atitude fundamental dos Pastores da Igreja é o amor”. Um amor que os leva a dar a vida pelos irmãos.

“A atitude fundamental de todo bom Pastor é, portanto, dar a vida por suas ovelhas (cfr Jo 10,15). Isto vale, sobretudo, para o Sucessor de Pedro, Pastor da Igreja universal. Porque quanto mais alto e mais universal é o ofício pastoral, tanto maior deve ser a caridade do Pastor.”

“Na linha deste serviço de amor à Igreja e a toda a humanidade, os últimos Pontífices foram artífices de muitas iniciativas benéficas também para com os povos e a comunidade internacional, promovendo incessantemente a justiça e a paz” - observou o cardeal Sodano, que pediu orações para que também o futuro Papa possa continuar este serviço a nível mundial, pois – como recordava Bento XVI – “também o serviço da caridade é uma dimensão constitutiva da missão da Igreja”.

“É uma missão de caridade que é própria da Igreja, e de modo particular é própria da Igreja de Roma, que, segundo a bela expressão de S. Inácio de Antioquia, é a Igreja que "preside à caridade"; "praesidet caritati" (cfr. Ad Romanos, praef.: Lumen gentium, n. 13).
Meus irmãos, rezemos a fim de que o Senhor nos conceda um Pontífice que realize com coração generoso tal nobre missão”.

Na parte inicial da homilia, o cardeal Sodano convidou a dar graças a Deus - disse - "pela amorosa assistência que sempre reserva à sua Santa Igreja e em particular pelo luminoso pontificado que nos concedeu com a vida e as obras do ... amado e venerado pontífice Bento XVI, ao qual - acrescentou - neste momento renovamos toda a nossa gratidão". Palavras que a assembleia, comovida, sublinhou com uma salva de palmas. 


Fonte: Rádio Vaticano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário