sábado, 7 de abril de 2012

Cristo Ressuscitou!

A boa notícia ressoa em toda a terra: Cristo Ressuscitou!


A Vida venceu a morte, a alegria triunfa da tristeza, a luz brilha e as trevas desaparecem. A Páscoa de Jesus é a verdade definitiva da vida de toda a humanidade, porque nós fomos criados e viemos a este mundo para conhecermos o Amor de Deus, para vivermos na comunhão com Ele, para aspirarmos à eternidade que Ele nos oferece. 

A verdade é que nós nascemos de Deus, do desígnio misterioso, único e irrepetível do seu Amor, e só seremos plenamente felizes quando estivermos na sua presença, na contemplação da sua Glória, isto é, da beleza da sua perfeição de Amor, Alegria e Vida.

O mistério da paixão, morte e ressurreição de Jesus, é chave de leitura de toda a existência humana. Para vivermos precisamos da Páscoa, porque de facto como cantamos na noite santa: “de nada nos serviria ter nascido se não tivéssemos sido resgatados!”. A Ressurreição de Jesus, a sua vitória sobre a morte, dá-nos o verdadeiro horizonte da vida que o mal desfigurou com as suas ilusões e seduções destruidoras. A criação do homem corresponde a uma vontade divina, a um projecto de plenitude, a uma emanação radiante do Amor. Nós não nascemos para a mediocridade, para nos consumirmos na busca de prazeres efémeros e de satisfações fúteis, para vivermos a angústia do passado que não volta de um presente que passa na fugacidade do instante e de um futuro marcado pela incerteza do que não se conhece e se receia.

Nós nascemos para sermos felizes! Nós estamos destinados à eternidade! Em todos nós existe um desejo profundo de plenitude!

A verdade é que nós viemos a este mundo para estar com Deus, e embora tantas vezes nos percamos nas encruzilhadas da vida, em caminhos de dor, de destruição e de morte que nos esvaziam e fazem-nos duvidar de que exista algo mais do que aquilo que a nossa realidade abarca, em Jesus morto e ressuscitado, Deus mostra-nos como não desiste de nós! O Filho cumprindo a vontade do Pai assume todos os enganos e desvios da nossa vontade, e por isso sofre a condenação das mentiras dos homens, padece na sua carne os tormentos da violência do mal, para tudo vencer pela serenidade de uma entrega, no alto da cruz onde a todos quer abraçar, mesmos os que o matam, porque nada há maior e mais forte que o Amor!

A nossa realidade tão marcada pelo sofrimento e a dor, consequência de uma liberdade ferida pelo pecado que nega Deus e se julga senhora da sua própria condição é redimida na Páscoa de Jesus. Cristo, Filho de Deus, verdadeiro homem, oferece-nos no alto da cruz a sabedoria de Deus que não nasce da razão mas do coração. O mundo seduz-nos para uma vida de compensações afectivas, de prazeres passageiros, de construção de aparências, Jesus ensina-nos o caminho da felicidade, da plenitude, na aceitação confiante da vontade de Deus que nos faz experimentar a realidade definitiva do seu Amor.

O homem só se salva no encontro com Jesus, na experiência do poder da sua ressurreição.

O Evangelho tem por isso de chegar a todos, para que não se deixem enganar, para que não vivam na ilusão que os destrói, para que os acontecimentos, por mais dramáticos e dolorosos que sejam, estejam iluminados pela presença amorosa de Cristo Ressuscitado.

A Páscoa não pode ser mais uma data no calendário que se goza no descanso mundano, ou se aproveita numas férias de devassidão juvenil onde a tragédia permanente espreita e se mostra de uma forma terrível e dramática. A Páscoa celebrada no tempo projecta nos para a eternidade, para uma vida que não se esgota nem acaba na transitoriedade do que conhecemos, mas que é envolvida pela erupção do Amor de Deus.

Esta é a Páscoa do Senhor! Na Igreja Ele convida-te a celebrares o Amor que tem por ti! Acredita e serás feliz! Celebra e descobrirás que é verdade!

Feliz e Santa Páscoa à toda família da Rádio Católica 1500AM


Nenhum comentário:

Postar um comentário